Traços nº 40 (Digital)

R$10,00

Ney Matogrosso, Fotografia Remota, Angústia e Reinvenção (saúde mental no isolamento), Paulo Ohana, Stoyca, Gabriela Biló, 3×4: Vidas em Quarentena (Parte II) e muito mais!

 

Obs.: Produto DIGITAL

Descrição

Traços nº 40 / Ano 5 – Junho 2020

A sua nova Traços chegou, mais maravilhosa que nunca! Na edição nº 40, uma entrevista exclusiva com o cantor Ney Matogrosso, um dos maiores artistas da música brasileira e pioneiro em romper esteriótipos sobre o comportamento masculino. “Quem derrubou a porta fui eu. Não adianta estrebuchar”, afirma. À Traços, ele contou sobre sua passagem por Brasília e também dividiu suas percepções sobre os tempos difíceis que o país enfrenta.

O cenário de pandemia em que o mundo se encontra ampliou debates sobre saúde mental. A Traços conversou com especialistas e artistas sobre o equilíbrio entre a produção artística e os momentos de angústia durante a crise do novo coronavírus.

Além disso, conversamos com quatro fotógrafas brasilienses que se reinventaram durante o período de isolamento social e descobriram na fotografia remota uma forma de trocar afeto.

A edição nº 40 te apresenta ao projeto Lambe Aqui, iniciativa que utiliza a arte gráfica e urbana como ferramenta de protesto e reflexão sobre as questões pelas quais o Brasil e o mundo passam atualmente.

Na seção Instantes, a fotojornalista Gabriela Biló conta à Traços sobre os desafios de documentar imagens de um país multifacetado. Ela fala sobre a importância da sensibilidade, característica que, para ela, transforma o fotógrafo em um bom contador de histórias.

A Traços também te apresenta ao músico Paulo Ohana, que tem composições sobre afetos e a relação com a cidade, e à banda Stoyca, que mistura o som denso com letras repletas de reflexões sobre temas como violência, sentimentos e mídia.

Para quem está com saudades dos Porta-Vozes da Cultura, a seção 3×4 traz a segunda edição da série “Vidas em Quarentena”. Dessa vez, Rubens, Maria e Davi contam sobre os desafios e dificuldades têm enfrentado nesses tempos de pandemia, e falam sobre a esperança de que dias melhores estão por vir.

Animado pra ler a nova edição?